GiGi Fala Tudo

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Apoio da OAB ao Pedido de Impeachment Pode Ter Sido a Moeda de Troca Para Manutenção do Exame de Ordem

Ato em defesa das instituições democráticas
Marcos Costa presidente da OAB SP em ato pelo Impeachment
O site Justiça em Foco, trouxe em seu editorial de ontem (1), uma homenagem ao dia do trabalhador bem apimentada.

O editor, faz uma cobrança pontual aos senadores, sobre a PLS 341 que trata do fim da cobrança da taxa do exame de  ordem. Exame esse que carrega inúmeras denuncias de fraude, entre outras duvidas denunciada pelas organizações de bacharéis.

O fato projeto de lei que conta com apoio de diversos senadores, estar parado no mesmo período que corre o pedido de impedimento da presidenta Dilma, deixa entender que pode ter havido um acordo, como se diz na linguagem popular "um toma lá da cá".

Enquanto isso, os  milhões de Bacharéis em Direito, continuam a ser escravos de uma estrutura viciada e inconstitucional chamada exame de ordem.


Por: Gigi Fala Tudo/ Justiça em Foco

sábado, 30 de abril de 2016

Fundação Casa: Greve Sem Cláusula de Segurança é Igual a um Titanic

Ocorre neste sábado  (30),  a assembléia dos servidores da Fundação Casa de São Paulo. Ao que tudo indica, uma greve deve ser decretada, visto que o governo não ofereceu nada, e ainda, aplica reajustes no convênio médico  que achatam ainda mais o minguado salário.


Pior que isso, são as condições de trabalho e segurança que estão expostos estes servidores, sendo agredidos não só fisicamente pelos internos, mas também moralmente pela direção da instituição, que os expõem a situação precária, e os adoece. Em seguida os acusa de forma descabida, por ultimo os descarta marginalizados e demitidos.

A revolta é visível, nas redes sociais já é dado como certa a greve, o que demonstra a disposição de luta dos trabalhadores.

Porém, uma pergunta deve ser feita! Qual a garantia de legalidade construída para que a categoria não seja atropelada?

Não sejamos ingênuos, a FC joga todas as suas fichas na discussão simplista da legalidade da greve e no teor do julgamento do TRT das clausulas que lhe interessa, pois o restante ela recorre e  o servidor fica chupando o dedo.

Por seu turno, o Judiciário  vai fazer seu papel de mediador, julgando aquilo que entende ser relevante e, mesmo com sua decisão a FC não se obriga a cumprir. No entanto, as decisões do judiciário, tem o condão de obrigar os trabalhadores ao cumprimento, e ai o caldo entorna. 

Somente com um argumento incontestável os servidores também não estariam  obrigados ao cumprimento, deixando a decisão judicial inócua, saindo do campo judicial e passando para o campo politico  da correlação de forças, campo este que os trabalhadores levariam vantagem também em função do ano eleitoral.

Para completar as dificuldades, o ano eleitoral no campo judicial, favorece em muito o argumento governamental e do judiciário mediador, reduzindo as chances dos servidores conquistarem algo.

Diante deste quadro onde os trabalhadores já entram em campo perdendo de 1 x 0, se a categoria não estiver amparada em um   instrumento legal eficaz, não terá perna para prolongar uma paralisação que se estenda mesmo após a decisão judicial.

Para que isso ocorra, os servidores devem  ter a certeza  que não  vão sofrer  nenhum prejuízo. Só assim para obrigar ambos os poderes a tratar os trabalhadores com igualdade e realmente negociarem.

Não pode o servidor se iludir que ingressará em uma greve e conquistará reajuste ou qualquer outro beneficio pecuniário.

Isso só se torna possível, caso o governo vislumbre que os servidores não vão sofrer coação judicial e portanto não se intimidaram, ao mesmo tempo que estarão protegidos pela lei maior,  usando da mesma legalidade para não ingressarem nos locais de trabalho, o que transformaria a instituição num caos.

Mais do que uma assembléia que pode decretar a greve, deve ser uma assembléia de estratégia, pois dependendo da peça que se mexe no tabuleiro, a greve pode se transformar numa foice que venha a decepar o pesco e jogar os servidores num poço bem profundo.

A unica saída para a situação colocada, é a categoria junto com a greve, aprovar uma mini pauta de no máximo 5 itens que sejam considerados o carro chefe das negociações. Pontos estes, dos quais os servidores não abrem mão,  e devem  conter argumentos incontestáveis.

Com a greve decretada, deve a comissão de negociação apresenta-los a direção da FC e ao TRT como uma pauta aditiva  mas essencial para as negociações, o que forçará a FC e o judiciário a olhar com outros olhos a mesa de negociação.

Dentre os pontos essenciais e fundamentais para se construir essa ferramenta legalista, deve constar a segurança no local de trabalho, visto que as ultimas ocorrências são mais do que suficientes para que os servidores apliquem "in loco"além da norma constitucional federal, a norma constitucional estadual (art. 229) e dissídios 2004 e 2005, que garantem aos servidores os direito de se recusarem a ingressar no local de trabalho sem as minimas condições de segurança. E melhor, sem que sofram qualquer prejuízo.

Esse é um tipo de  clausula, em que o conteúdo por si só desarma o adversário ao mesmo tempo em que encosta na parede o mediador, uma vez que é sabido que a FC não tem como cumprir em tempo hábil e o judiciário não tem como desprezar ou obrigar os servidores a se exporem ao risco.

Construído o argumento jurídico, passemos para a construção do argumento politico para esvaziar o discurso governamental. 

Neste sentido, requerer anulação de todos os PAs, e, a intervenção judicial na corregedoria em função da necessidade de apuração das denuncias de fraude nos processos administrativos seria o mesmo que retirar das mãos da FC o controle sobre o corpo funcional.

Além de colocar em xeque a credibilidade governamental perante a sociedade, seria o caminho adequado para desmontar de vez o mecanismo de coação, perseguição e de quebra da estabilidade dos servidores construído pela direção da FC para inibir a organização da categoria.

Outro ponto importante para os servidores, seria obrigar a instituição rever o reajuste do convênio médico, usando como parâmetro  a equivalência em percentual sobre o salário da época de sua implantação. Desta forma não poderia  o valor ser superior ao percentual do salário estipulado, o que evitaria que os servidores fossem surpreendidos com reajustes absurdos.

Fortalecida estas 3 bases acima expostas, acrescentaria-se outros dois pontos intermediários, ou seja o PCCS e o reajuste salarial, uma vez que estes pontos encontram obstáculos diante da lei eleitoral, serviriam de pontos alternativos para facilitar ao governo a apresentação de uma contra proposta e desta forma sair do impasse, pois não teria o governo outro mecanismo que viesse a forçar os servidores voltarem de mãos vazias.

Como pode observar nosso caro internauta, uma greve na FC com uma  estratégia bem construída, pode ser um caminho fértil para as conquistas. Porém um greve construída sem as devidas precauções e com um sindicato comprometido com o patrão,  pode se transformar num Titanic a deriva com um rombo no casco, afundando rapidamente e levando para o fundo suas vitimas. 

Por: Gilberto Braw.

sábado, 23 de abril de 2016

Fundação Casa: Campanha Salarial ou Eleitoral - Oposição Chama Reunião de Mobilização para 25.04

apenas diretores do sindplego nos atos da campanha salarial/eleitoral
A postura dos dirigentes sindicais do Sitsesp/Sitraemfa,  é mais vergonhosa do que a postura dos deputados que votaram a favor do impedimento da presidente Dilma Rousseff, pois tentam usar da campanha salarial da categoria para fazerem campanha eleitoral.

Sem credibilidade perante os trabalhadores da base, nestes últimos 40 dias, a direção pelega sindical tem visitado as unidades sob o argumento de supostos atos públicos da campanha salarial, mas que na verdade tem puramente um cunho eleitoral.

Basta uma olhada simples nas fotos publicadas pela direção pelega, para perceberemos que na maioria absoluta das unidades a participação dos servidores de base é minima, sendo que a maioria absoluta dos participantes são diretores da entidade  pelega e não de trabalhadores.

Mas a presença massiva de diretores da entidade na porta das unidades tem uma explicação clara. Os oportunistas não estavam lá para fazer a verdadeira campanha salarial, mas sim a campanha eleitoral, uma vez que este ano tem eleições sindicais e a direção da entidade conjuntamente com a direção patronal vem  buscando de forma descabida através  da corregedoria da instituição a demissão dos opositores da direção sindical.

Claro que cabe aqui um parenteses, opositores ferrenhos são aqueles que foram demitidos ou estão sendo processado pela corregedoria diante de sua atuação, visto que existe muitos que se dizem opositores mas acabam compondo indiretamente tanto com a direção pelega sindical,  e também, com a direção da instituição como tem demonstrado as mesas de negociação.

É evidente que a direção sindical que nunca dá respostas a efetivas a categoria, que assiste a corregedoria fazer e cometer absurdos contra os servidores, compactua com a direção da fundação casa com a retirada de direitos e conquistas históricas da categoria, entre elas o convênio médico, cujo o valor tem aumentado de forma astronômica para assim forçar o servidor a se descredenciar dele.

O mais interessante é constatar que nos anos anteriores, os diretores da entidade não compareciam nas unidades, quem ligava no sindicato após as 17 horas recebia a mensagem do horário de atendimento, quem procura diretores na entidade quase nunca os encontra. Mas agora, no ano eleitoral, querem fazer o servidor acreditar que estes estão trabalhando.

DA GREVE FURADA

Outro fato importante de ser levantado aqui, é que,  tanto o sindicato quanto a comissão que é composta por alguns supostos membros da oposição, conclamam os servidores para a greve, o que pode se transformar numa facada certeira no coração da categoria, pois a pauta apresentada não traz qualquer consistência efetiva para dar amparo a greve, e menos ainda, para enfrentar o argumento da vedação eleitoral do governo do estado.

É sabido que em ano de eleições, é vedado a0 ente publico aplicar qualquer beneficio que possa ter caracterização de beneficio eleitoral, sem falar nos cortes orçamentários aprovados pela assembléia legislativa do estado, o que colocará uma faca bem afiada na garganta da categoria, que mesmo com a greve vai encontrar no judiciário uma resistência gigantesca.

Mas isso só ocorre pela irresponsabilidade da direção pelega sindical e da comissão, uma vez qaue não colocaram na pauta de negociações pontos chaves que pudessem encurralar governo e judiciário, o que obrigaria a estes a uma postura bem diferenciada.

Mas isso já foi premeditado pela direção sindical que, fechada em copas com a direção da fundação casa nos últimos 9 anos coloca na pauta questões que acabam fragilizando a categoria e assim favorecendo o patronato.

A suposta oposição sindical chama a categoria para uma reunião que ocorrerá nesta segunda feira 25.04 as 20 horas na sede do sindicato dos metroviários de são paulo, ao lado do metro Tatuapé.

Em nossa humilde análise, se a categoria não destituir a comissão de negociação em assembléia e eleger uma que tenha uma postura mais firme com propostas concretas, e, não mudar radicalmente a pauta de negociação colocando itens que coloquem TRT e Fundação contra a parede, com certeza aqueles que ingressarem nessa aventura de greve vão pagar muito caro, até mais do que já vem pagando nos últimos 9 anos.

Por: Gilberto Braw

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Site indica necessidade de observadores internacionais para acompanhar Impeachment no senado


Responsive image"A complexa Constituição do Brasil - seus excessos de artigos, parágrafos e incisos - torna difícil a interpretação até para os nativos desta pátria, e principalmente num julgamento que impede a Presidente de Governar, sem que esta tenha sido investigada, denunciada ou condenada por prática de crime no foro competente:STF." Site Justiça em Foco

quarta-feira, 6 de abril de 2016

O Paladino da Justiça no STF Joaquim Barbosa se Revela Empresário Fora da Lei

Joaquim_Barbosa114

















Via sites: Brasil 247 e Limpinho&Cheiroso 

Sede da Assas JB Corp., usada para comprar o imóvel em Miami, é o apartamento funcional que pertence ao Supremo Tribunal Federal, utilizado pelo ministro. De acordo com o Decreto 980, de 1993, esse tipo de propriedade só pode ser utilizado para “fins exclusivamente residenciais”. A informação foi confirmada pelo Correio Braziliense junto ao Ministério do Planejamento e a Controladoria Geral da União. Além disso, Joaquim Barbosa também não poderia ser sócio de empresa, pois contraria a Lei Orgânica da Magistratura e o Estatuto do Servidor Público. “Essa lei aplica-se também aos ministros do STF. Portanto, o fato de um ministro desobedecê-la é extremamente grave e merece rigorosa apuração”, ressaltou Nino Toldo, presidente da Associação de Juízes Federais.

Leia abaixo matéria do Correio Braziliense:


Joaquim Barbosa é dono e diretor da Assas JB Corp., cuja sede fica na própria residência, em Brasília, prática vedada pela legislação.

Ana D’Angelo

A empresa criada na Flórida, Estados Unidos, pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, para adquirir um apartamento na cidade de Miami, tem como sede o imóvel funcional onde ele mora, na Quadra 312 da Asa Sul, em Brasília, o que contraria o Decreto nº 980, de 1993. Ao Correio, o Ministério do Planejamento informou que o inciso VII do artigo 8º da norma — que rege as regras de ocupação de imóveis funcionais — estabelece que esse tipo de propriedade só pode ser usado para “fins exclusivamente residenciais”.

Nos registros da Assas JB Corp., pertencente a Barbosa, no portal do estado da Flórida, consta o imóvel do Bloco K da SQS 312 como principal endereço da companhia usada para adquirir o apartamento em Miami — conforme informado pelo jornal Folha de S.Paulo no domingo passado. As leis do estado norte-americano permitem a abertura de empresa que tenha sede em outro país. A Controladoria Geral da União (CGU) também assegurou que o Decreto n° 980 não prevê “o uso de imóvel funcional para outros fins, que não o de moradia”. O presidente do STF consta, ainda, como diretor e único dono da Assas JB Corp. A Lei Orgânica da Magistratura (Lei Complementar nº 35, de 1979), a exemplo da Lei n° 8.112/90, do Estatuto do Servidor Público Federal, proíbe que seus membros participem de sociedade comercial, exceto como acionistas ou cotistas, sem cargo gerencial.

A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) defende a apuração “rigorosa” acerca das duas situações. “Um ministro do STF, como qualquer magistrado, pode ser acionista ou cotista de empresa, mas não pode, em hipótese alguma, dirigi-la”, afirmou o presidente da entidade, Nino Toldo, referindo-se ao artigo 36 da Lei Complementar nº 35. “Essa lei aplica-se também aos ministros do STF. Portanto, o fato de um ministro desobedecê-la é extremamente grave e merece rigorosa apuração”, ressaltou Toldo.

“Paradigma”

Sobre o fato de a empresa estar sediada no imóvel funcional que Barbosa ocupa, o presidente da Ajufe declarou que “é gravíssimo, do ponto de vista ético”. Segundo ele, “não é dado a nenhum magistrado, ainda mais a um ministro do Supremo, misturar o público com o privado”. E completou: “Dos magistrados, espera-se um comportamento adequado à importância republicana do cargo, pois um magistrado, seja qual for o seu grau de jurisdição, é paradigma para os cidadãos”. Questionada a respeito da abertura de procedimento para averiguar a regularidade da operação, a Procuradoria Geral da República não se manifestou.

A compra do apartamento em Miami, pelo ministro Barbosa, foi à vista. O imóvel é de quarto e sala, com 73 metros quadrados, em um condomínio de alto padrão à beira do rio que batiza a cidade norte-americana. De acordo com informações obtidas pelo Correio, o preço que consta na escritura registrada em Miami é de US$335 mil, ou cerca de R$700 mil, de acordo com a cotação do dólar à época da operação.

A aquisição do apartamento por meio de constituição de uma empresa, e não diretamente em nome da pessoa física, é uma prática de compradores para não pagar impostos ao Fisco norte-americano, em caso de transmissão do bem para herdeiros. Ela é considerada legal nos Estados Unidos, segundo advogados especializados. Porém, em caso de venda, é cobrado tributo de 35% sobre o preço do imóvel. Se o registro fosse em nome da pessoa física, o imposto seria menor, de 15%. Conforme o jurista Ives Gandra da Silva Martins, uma sociedade pode ser meramente patrimonial, sem necessariamente ter que desenvolver alguma atividade.

O Correio pediu esclarecimentos ao ministro sobre a sede de sua empresa ser em imóvel funcional e acerca do cargo de dirigente que ele ocupa na companhia. Porém, a assessoria do STF informou apenas que “com o recesso do Poder Judiciário, o presidente do tribunal está em férias”. Questionado, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que é presidido por Joaquim Barbosa, afirmou que o órgão não possui competência para a análise da conduta dos ministros do Supremo. Acrescentou que, com relação à operação mencionada, o presidente do CNJ “já esclareceu que se trata de operação regular de compra de imóvel no exterior, realizada com recursos próprios, e devidamente registrada em seu Imposto de Renda”.

Polêmicas

Joaquim Barbosa tem-se envolvido em diversos embates com magistrados, ministros, advogados e até com jornalistas, ao dar declarações consideradas ofensivas e contraditórias. Uma delas aconteceu em um julgamento do CNJ, este mês, que avaliou o pagamento retroativo do auxílio-alimentação a magistrados, que vinha sendo recebido por membros do Ministério Público Federal, do qual ele é servidor de carreira. O presidente do STF chamou esses valores de “penduricalhos”, para desrespeitar o teto salarial do funcionalismo, que é de R$28 mil. Porém, Barbosa recebeu pelo menos R$414 mil do MPF, conforme revelou a Folha de S.Paulo, referente a atrasados de um controverso bônus, chamado de Parcela de Equivalência Salarial, para compensar, em diversas categorias, o auxílio-moradia concedido a parlamentares.

Sobre a aprovação pelo Congresso da criação de quatro tribunais regionais federais, depois de tramitar por 12 anos nas duas casas legislativas, Barbosa afirmou que as associações de magistrados atuaram de forma “sorrateira” ao apoiar a proposta.

US$335 MIL

Valor do imóvel adquirido por Barbosa em Miami, segundo consta na escritura registrada nos EUA.

Fundação Casa: PSDB de GO e SP Persegue e Demite Sindicalistas de Forma Politica

Responsive image
Caso Gilberto silva: Mais uma vez o TRT-SP é convocado a desempenhar papel chave
O Site Justiça em Foco, trás em seu editorial de hoje, matéria que denuncia as mesmas práticas abusivas e absurdas cometidas pelo PSDB dos estados de  Goiás e de São Paulo, para perseguir e demitir seus desafetos políticos, em especial os sindicalistas que se opõem a forma truculenta e os desmandos da administração.

Nos casos citados pelo grande jornalistas e redator Ronaldo Nobrega, verifica-se que a forma é a mesma, usam de supostos expedientes legalistas, como processo administrativo ou decreto governamental, para assim, decepar a cabeça de seus opositores políticos.


Por: Gilberto Braw

terça-feira, 5 de abril de 2016

Papel de Moro: Perseguir Lula e o PT e Omitir Provas Contra Aliados do Impitim

As ultimas estocadas desferidas pelo STF contra as práticas abusivas e ilícitas do super juiz dos coxinhas Sergio Moro, colocam cada vez mais panico na turma do quanto pior melhor e do impitim.

Somadas aos últimos fatos, como o listão da Odebrecht e as relações da família moro com o PSDB, revelam suspeitas cada vez mais latentes de que o papel do super juiz, não era só de supostamente apurar a corrupção na Petrobrás, mas de uma intervenção politica no pais como alegou a defesa do ex-presidente Lula junto ao STF.

Ao analisarmos todos os fatos colocados a publico até agora, podemos chegar ainda a outra suspeita que pode ser ainda mais devastadora. A que o juiz que estaria acima o bem e do mal, na verdade teria uma papel ainda mais escabroso, o de perseguir Lula, Dilma e o PT, ao mesmo tempo em que escondia e omitia as provas contra os inimigos da democracia, como FHC, Serra, Aécio enrte tantos outros.

Como se vê a todo momento e muitas delações, Aécio Neves, FHC, Serra, Alosio Nunes todos do PSDB, foram citados várias vezes. No entanto, o nobre juiz nunca se preocupou em vazar estas informações para a imprensa, ou se quer, tomou atitudes mais severas como as que tomou contra o ex-presidente Lula, mesmo sem provas concretas.

Pior que isso, é o fato dele agora ter decretado o sigilo do listão com mais de 200 nomes, onde só não se encontra o nome de Lula e de Dilma. 

Lista essa, que curiosamente o juiz Moro tinha em suas mãos desde fevereiro, deixando a  impressão de não divulga-la com a clara intenção de proteger políticos inescrupulosos, interessados em derrubar o governo democraticamente eleito de Dilma Rousseff.

Esta atitude de esconder a lista e assim proteger os políticos corruptos e nefastos que, a anos esfolam a nação, por si só já desqualifica toda a operação Lava Jato que visivelmente é tendenciosa.

No caminho em que andam as descobertas de grampos ilegais, vazamentos seletivos para a imprensa e relações partidárias da Republica de Curitiba, a operação Lava Jato se continuar tendo a atenção especial do STF e das manifestações populares contra o golpe, podem revelar não só o que todos já sabem sobre a corrupção na Petrobras, mas uma verdadeira coisa nostra encrustada em todos os poderes da Republica.

Por: Gilberto Braw


quarta-feira, 23 de março de 2016

Teori Zavascki enquadra Moro, ele tem que explicar quebra do sigilo e não investiga mais Lula

ministro teori zNesta noite de terça feira (22), o ministro Teori Zavacki do STF, determinou que O juiz Sergio Moro envie ao STF as investigações da operação lava jato que envolvem o ex-presidente Lula, tirando assim das mãos de Moro a possível prisão que poderia deflagrar um guerra no país.

Na mesma decisão, Teori Zavascki deu 10 dias para que Moro apresente esclarecimentos sobre o vazamento das informações sobre a retirada do segredo de justiça das investigações.

Para um bom entendedor de direito, o ministro Teori aponta falhas graves na conduta de Moro e dependendo das explicações, pode estar se iniciando ai o fim da carreira do Juiz Global.

Há tempos o Juiz Moro vem abusando de suas prerrogativas e do poder, rasgando a constituição ao meio e criando suas próprias leis, levando o pais a uma convulsão social, demonstrando claramente interesses político partidário.

Enfim parece que alguns ministros do STF resolverão colocar um freio em Sergio Moro, o que desmontaria parte da articulação golpista judicial prendida pela elite brasileira e pelo PSDB.

Por: Gilberto Braw

terça-feira, 22 de março de 2016

STF e PSDB tudo em família, só Min. Fachin teve ética no supremo até o momento

Ministra do STF Rosa Weber no batizado da prima Letícia Weber esposa de Aécio Neves

Parece que o STF não vive apenas uma crise moral, com os absurdos cometidos pelo ministro Gilmar Mendes, mas também uma crise ética.

Ao receber o habeas corpus impetrado pelo PT contra a decisão de Gilmar mendes que suspendeu a posse de Lula como ministro da casa civil, o ministro do STF Edson Fachin que foi sorteado como relator, de forma ética se declarou suspeito por ser amigo de um dos advogados. 

Assim o processo foi redistribuído e foi parar nas mãos da ministra Rosa Weber, que apesar de ser parente da esposa de Aécio Neves que é descaradamente um dos articuladores do golpe contra o governo Dilma  e o PT, conforme comprova foto que circula nas redes sociais, não se declarou e mais uma vez dá uma mãozinha ao golpe.

Só pelo fato da ministra ser parente do candidato derrotado do PSDB, ela já deveria se julgar suspeita, como fez eticamente o ministro Fachin, no entanto parece que a ética esta pautada só na esquerda e não na direita e sem qualquer pudor, a ministra não mediu esforço e sapecou lula negando o habeas corpus.

Como se vê, o judiciário PSDBista se partidarizou de vez e,  sem nenhuma ética.  Assim Moro que é filiado ao PSDB caça Lula, Gilmar Mendes indicado ao STF pelo PSDB deita e rola e a ministra Rosa Weber parente de Aécio Neves engrossa o coro.

Como sempre bem esclarece o bordão a justiça no Brasil só serve para a elite, para pobre e petista é pena de morte.

Por: Gilberto Braw

Dilma e PT Descobrem o que os Bacharéis de Direito Sabem a Anos "A OAB é um Monstro Corrupto"

Bacharéis acampam na frente da oab e denunciam fraude
Precisou o governo Dilma Rousseff  e o PT tomarem uma facada nas costas para verem que a OAB além de corrupta, não é confiável.

Ao declarar apoio a derrubada de Dilma, a OAB mostrou sua face fascista e conservadora, além de corrupta, trilhando os caminhos que apenas interessam aos dirigentes da instituição que, usam de seus cargos no conselho apenas para promover seus escritórios luxuosos.
Acampado em frente a OAB nacional a 4 meses bacharel denuncia fraude do exame de ordem

Mas isso os Bacharéis em Direito já sabem a muito tempo, pois são vitimas constantes das sucessivas fraudes do  exame de ordem que arrecada R$ 75 milhões por ano as custas dos coitados dos bacharéis e nada devolve a eles.

Sucessivos escândalos nos exames de ordem, mostraram que o referido exame implementado na época em que Fernando Henrique Cardoso era o presidente da republica, não serve para avaliar ninguém, mas apenas para extorquir os bacharéis e usar esse dinheiro para abastecer muitos deputados na câmara federal, dinheiro este que nunca prestam conta.





Em 2013, diante da gritante fraude do X Exame de Ordem, um dos mais fraudulentos da história, um grupo de bacharéis chegou a acampar na porta da OAB por quatro meses. Uma audiência publica foi realizada, um dossiê com mais de 1500 documentos foi elaborado, comprovando a fraude do exame.

Documentos foram encaminhados a presidente Dilma, ao ministro da educação Aloísio Mercadante, ao min. da justiça José Eduardo Cardoso, ao STF, no entanto nada fizeram para combater esse monstro. Não bastasse isso, os únicos parlamentares do PT  que abraçaram a causa dos bacharéis foram Domingos Dutra e Vicentinho, que deram a cara em defesa dos assaltados bacharéis.

Ao contrário de Vicentinho e Dutra, outros parlamentares do PT como José Mentor preferiram fazer eventos junto com a OAB, deixando indignado os milhões de bacharéis que sofrem ano a ano a discriminação e chacotas, não porque não são bons advogados, mas porque são vitimas de reiteradas fraudes.

Mas não paremos só no PT, pois a OAB mantém este nefasto e inconstitucional exame com o total e irrestrito apoio do Judiciário e MPF, que nada fazem para impedir o assalto ao bolso de humildes estudantes de direito que vêem seus sonhos ruírem em função das sucessivas fraudes.

È hora dos 6 milhões bacharéis aproveitarem que o governo e sociedade acordou para este monstro chamado OAB e buscarem uma parceria e defender seus interesses e exigir com mais veemência o fim do fraudulento exame de ordem, pois com certeza seus apelos dessa vez podem ser ouvidos e até medida provisória pode resolve-los.

Por Gilberto Braw 

Escândalo entre Petrobrás e o grupo YPF distribuidora no governo FHC, STJ decide por pericia será que FHC vai preso


A matéria vem acompanhada de um acordão de 85 paginas que revelam um rombo muito maior do que o que é acusado hoje o governo Dilma, nos levando a seguinte pergunta: Será que vão prender FHC, ou vai ficar tudo como dantes?

O contrato firmado entre a Petrobras e a empresa espanhola Repsol YPF em dezembro de 2000 ( Governo Fernando Henrique, também chamado Governo FHC), que previa a troca de ativos, terá que ser periciado para comprovar se os bens nacionais foram devidamente avaliados. A ministra Eliane Calmon, do Superior Tribunal de Justiça ( STJ), manteve entendimento do Tribunal Regional Federal da 4ª Região ( TRF 4) e confirmou a necessidade de exame pericial. O acordão foi publicado em fevereiro deste ano, no Diário Eletrônico da Justiça.

Como se pode ver, a justiça no Brasil funciona de duas formas para os bandidos do PSDB ela demora a julgar e os processos se arrastam até prescrever, já contra o PT, Lula e Dilma, ah! contra esses mesmo sem provas ela voa e condena mesmo antes de ter julgamento.

Click no Link Justiça em Foco e lei a matéria completa e leia o acordão para ver o rombo que FHC causou a Petrobras para favorecer a empresa espanhola Repsol YPF.

Por: Gilberto Braw

Enquanto Paulo Henrique defende o Governo Ministro Edinho coloca musica no Twitter

Edinho Silva
Min. da Secom em tempos de guerra ele busca musica clássica
No dia 20 lançamos aqui em nosso blog uma sugestão para  a presidente Dilma Rousseff e para o presidente do PT nacional Rui Falcão. Sugerimos o nome de Paulo Henrique Amorim para a Secom, o que nos surpreendeu o numero de compartilhamentos e apoio ao nome do renomado jornalista.

Nós do Blog Gigi Fala Tudo, vimos a esclarecer aos nossos leitores que, não temos nada contra o atual ministro da Secom, ao contrário, temos muita admiração pelo ministro, porém é nosso dever enquanto militantes contra o golpe e em defesa da democracia, apontar falhas gritantes que colocam em risco o governo Dilma.

È sabido que os grupos poderosos de comunicação, atuam de forma incisiva para derrubar o governo Dilma e criminalizar o ex-presidente Lula. É fato também que a militância petista e de esquerda vem sendo bombardeada pelo ódio difundido pela elite brasileira.

No entanto, apesar da coragem e garra desta militância, a Secom e a comunicação do partido não tem conseguido dar respostas a altura. 

O ministro Edinho silva,  cujo cargo permite, em uma unica fala, criar repercussão gigante, prefere se fingir de morto. Sua atitude nos lembra  José Eduardo Cardoso quando estava na justiça, de tanto se fingir de morto deixou essa situação absurda chegar onde chegou, pelo fato de não ter  coragem de enfrentar Moro, a PF e o MPF.

Como pode a militância tão sacrificada se descabelar nas redes sociais atras de informações e assim realizar o debate com a direita e com a mídia golpista se os representantes do governo e do partido neste setor estão mudos.

Nossa sugestão de Paulo Henrique Amorim se justifica, pois, enquanto PHA defendia o governo Dilma em seu Twitter sendo destaque inclusive no portal UOL "Paulo Henrique Amorim ataca globo e chama Boner e Renata de canastrões" mostrando a verdadeira faceta da globo golpista. Ao contrário,  nosso querido ministro da Secom Edinho Silva colocou em seu Twitter "Em tempos de guerra, uma canção na voz de Flavia Wenceslau,  te desejo vida, longa vida".

Estas posturas antagônicas, deixa a impressão que, enquanto um corre atrás das informações e luta ferrenhamente em defesa do governo, o outro parece estar na sua sala de leitura com um copo de wisk 12 anos relaxando aos som de uma bela musica.

Ora! faça-me um favor ministro, em tempos de guerra se busca as armas e não musiquinha, em tempos de guerra se vai pro fronte combater o inimigo e não relaxando em casa ao som de Vivaldi.

Talvez seja necessário o nosso ministro fazer um curso de guerra com PHA e com os jornalistas guerreiros do DCM, Vermelho, 247, Tijolaço, pragmatismos politico, limpinho&cheiroso, o cafezinho e tantos outros soldados que estão no fronte de forma corajosa defendendo o governo democrático popular da presidente Dilma Rousseff..

"Enquanto a capacidade der lugar a incompetência, estaremos fadados a derrota"

Por: Gilberto Braw

domingo, 20 de março de 2016

Ator ofende Lula e Dilma é vaiado pela platéia e comete crime de racismo

Claudio Botelho coxinha racista

Neste sábado 19.03.2016 o artista Claudio Botelho, fez a maior cagada de sua vida, mostrando como são coxinhas e racistas alguns queridinhos da globo, a mesma globo que disfarça ser contra racismo, como o ocorrido com a jornalista Maria Julia e a artista Tais Araujo.

Durante apresentação da peça "Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 minutos", no teatro Sesc em Belo Horizonte, Claudio que é ator e também co-produtor da peça, lançou ofensas a presidenta Dilma Rousseff e ao ex-presidente Lula, chamando eles de ladrões.

A reação da plateia foi imediata e o ator em pleno palco começou a ser vaiado sob os gritos de "não vai ter golpe,  o espetáculo que mal havia começado foi encerrado, pois o publico começou a abandonar o teatro deixando o idiota racista revoltado.

Foi o estopim para Claudio Botelho mostrar sua verdadeira face de coxinha racista que se esconde nos bastidores da rede globo de televisão. 

Sem saber que estava sendo gravado por uma fã, Claudio Racista Botelho disparou poucas e boas. A fã revoltada publicou o vídeo na internet, porém a globo tenta minimizar o estrago.

No vídeo em clima de histeria,  o racista dispara "esse povo é nazista, neo nazistas, são escrotos são petistas, são o que há de pior no Brasil. Essa gente chega e peitam um ator que esta em cena. Um ator tem que ser um rei, não pode ser peitado. Não pode ser peitado por um NEGRO, um FILHO DA PUTA que esta na plateia, não pode , não pode ser peitado."


Para o advogado criminalista Luiz Antonio Santos da Toledo & Santos advocacia, Claudio Botelho cometeu crime de injuria racial, tipificada no art. 140, § 3º do código penal. 

O crime de injuria racial segundo Dr. Luiz, consiste em ofender a honra de alguém com a utilização de elementos referentes á raça, cor, etnia, religião ou origem.

Para o advogado, o artista ainda cometeu crime contra a honra da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula, como calunia, difamação e injuria. Somando -se os crimes se for condenado poderá desfrutar de bons dias na cadeia.

O mais interessante, é que o site G1 da nefasta golpista, tentou minimizar a cagada de seu pupilo ao informar sobre o fato, só que não apontou o site que ele fez tais ofensas racistas.

Já o cantor e compositor Chico Buarque, defensor ferrenho do governo Dilma, desautorizou o racista a usar suas canções na peça teatral.

Por: Gilberto braw

Paulo Henrique Amorim para a comunicação do Planalto e do PT para acabar com a mídia golpista

Jornalista Paulo Henrique Amorim do site Conversa Afiada e Rede recoord

É inegável que o governo do PT na pessoa de Dilma e de Lula, fizeram uma revolução no Brasil, tirando da linha da miséria milhões de brasileiros, além de alçar o pais no mundo como uma potência.


È inegável que o PT é o único partido a ter um ex-presidente amado, idolatrado  pela maioria absoluta do povo brasileiro e admirado no mundo pelos grandes lideres.

No entanto, é inegável que o Governo do PT e o próprio PT ainda esta engatinhando na forma de divulgar a grandiosidade desta administração e rebater com coragem e energia necessária os planos golpistas da mídia burguesa dos Marinho.

A comunicação do planalto parece mais um Frankenstein engessado que mal consegue falar. Assim, não da a resposta a altura das acusações levianas e golpista da emissora que mais se beneficiou da ditadura militar.

Agora a mesma emissora, tenta novamente bancar o golpe, patrocinando um juizinho golpista de 5ª categoria (para não dizer bandido), no intuito de fazer valer a vontade da elite nefasta e dos assaltantes da nação que a anos esfolam a pátria e continuam no poder, usando sempre o velho e clássico método do PSDB de transferir a culpa para os inocentes.

Já a comunicação do PT em todas as suas esferas nacional, estadual e municipal, parece mais estar na UTI, pois não consegue dar a resposta no tamanho exato do golpismo proposto em suas esferas. 

Parece faltar coragem aos responsáveis pela comunicação do Planalto e do PT para  dar a resposta na na medida exata para esse golpismo patrocinado pela globo. Se não for coragem, então com certeza é pura incompetência, ou talvez, a defesa de interesses internos de grupos que olham seu umbigo, como  ocorre no Sindicato da Fundação Casa de São Paulo que é filiado a CUT, mas anda abraçadinho com o governo do estado vendo aquela categoria ser expropriada em seu mais singelo direito constitucional, o de trabalhar com dignidade. O fogo amigo é pior e mais destruidor do que o do inimigo.


A ultima resposta a altura que o governo teve em sua defesa, não foi feita pelos responsáveis da comunicação do Planalto ou do PT, mas  de um partido aliado, o PCdoB, que em seu programa deu o tom do embate e da postura que o governo e a esquerda vão adotar contra os golpistas.

O Governo só não agoniza e encontra chances reais de reverter o golpismo global e Moroal, graças aos destemidos jornalistas honrados de sites como o Conversa Afiada, DCM,  Brasil 247, Viomundo, Vermelho, Tijolaço, Limpinho&cheiroso, Jornalistas livres, cafezinho, entre tantos outros, cuja os editores e jornalistas não se intimidam com a pressão global ou com o golpismo tucano e nem com as ameaças do judiciário tucano Moroal.

Esses jornalistas, possuem em seu DNA a verdade, a justiça e  acima de tudo, a coragem de enfrentar os grupos  poderosos da comunicação e do judiciário. Qualquer um deles tem muito mais capacidade de responder a pasta de comunicação tanto do planalto, quanto do PT do que os atuais.

Para nós do humilde Gigi Fala Tudo, o Jornalista Paulo Henrique Amorim, seria o melhor nome para a comunicação do planalto, pois com sua honradez, credibilidade, honestidade, coragem e visibilidade, daria o tom certo e no tamanho certo aos golpistas da mídia burguesa.  Além de seu conhecimento técnico e capacidade, ele conhece a fundo os porões da globogolpista e de toda a trupe covarde dos marinhos.

È hora de deixar as vaidades de lado, as pretensões politicas individuais e pensar na nação e no governo democrático popular que corre sérios riscos de golpe patrocinado e bancado pela elite burguesa e por esse monstro chamado rede globogolpista. Pense nisso presidenta Dilma e Rui falcão.

Por: Gilberto Braw.

Grampo no planalto revela atentado de Moro, Janot, MPF, PF e Globo contra a segurança da presidente da republica do Brasil



A casa caiu para os falsos paladinos da justiça representantes da elite burguesa no judiciário, no MPF e na policia federal. 

A integra  do áudio da conversa entre a Presidenta Dilma e o ex-presidente Lula, revelam que o Juiz Sergio Moro mentiu, o grampo não foi colocado no instituto lula, mas no próprio palácio do planalto no telefone pessoal da presidenta Dilma Rousseff, colocando em risco a segurança nacional e a segurança da própria presidente da republica, o que caracteriza crime de segurança nacional.

Não bastasse isso, já se verifica que todos os advogados do ex-presidente Lula foram grampeados e tudo indica que todas as lideranças do PT também foram grampeadas ilegalmente pelo Juizinho de 5ª categoria que tenta de forma custodiada pela globo se transformar no novo Collor de Mello.

O ministro da Justiça, a agência Brasileira de inteligência, e as forças armadas tem que tomar providências imediatas e prender o Juizinho Sergio PSDB Moro, os delegados da policia federal envolvidos, os procuradores da lava jato, o procurador geral da republica Rodrigo Janot a prisão dos donos da rede Globo de televisão e o fechamento imediato dela.

A intenção dos golpistas era criar juntamente com a rede globo um fato politico na condução coercitiva de Lula para assim ver se a presidenta Dilma tomava alguma atitude ou falasse alguma coisa que pudesse comprometer o governo.

Isso mostra claramente que um golpe vem sendo orquestrado, inclusive as manifestações dos coxinhas que vem sendo financiado pelas grandes empresa de petróleo americanas e pelos empresários sonegadores de imposto Brasileiros.

O povo brasileiro não pode aceitar mais que os verdadeiros corruptos deste pais  continuem comandando o judiciário, o MP, MPF e a policia federal, pois o atentado praticado não é contra o Lula, Dilma ou o PT, o atentado é contra a nação brasileira e a soberania nacional.

O povo brasileiro não aceita mais golpe e não aceita retornar a 1964, a guerra esta em curso e o povo vai ser o vencedor.

prisão de Moro, Procuradores da lava jato, Janot e dos delegados da Policia federal envolvidos já.

Por: Gilberto Braw

sábado, 19 de março de 2016

Fundação Casa: Trabalhadores comprovam a aliança do sindicato com a fundação


Hoje ocorreu a assembléia dos trabalhadores da fundação casa de são paulo.

Os poucos gatos pingados  que participaram (visto que a direção proibiu a vinda de quem não era sócio, mesmo a campanha salarial sendo de todos), verificaram que a fundação não ofereceu nada  e os trabalhadores trucidados diariamente pela fundação e corregedoria, saíram de lá apenas com um estado de greve minguado,  greve esta diga-se de passagem, o sindicato trabalha para que não ocorra, buscando de todas as formas esvaziar o movimento e assim manter seus compromissos com a direção da FC.

O que mais impressionou os servidores, foi o fato da direção do sindicato novamente contratar seguranças a peso de ouro para 3 finalidades.

A primeira, para votarem junto com a direção mesmo não fazendo estes parte da categoria, a segunda para intimidar os servidores que se opõem a direção e a terceira para impedir a entrada do ex-presidente do sindicato Gilberto.

Segundo informações prestadas por diretores do sindicato Gilberto mal acabou de ganhar a reintegração na justiça, já havia novamente sido desligado uma vez que a Fundação conseguiu efeito suspensivo no TRT da decisão que determinou a tutela antecipada, permanecendo a decisão favorável, porém sem o cumprimento imediato da reintegração.

Diante desta informação, alguns servidores ligaram para Gilberto, que para a nossa surpresa, ainda não sabia do efeito suspensivo, e não havia comparecido a assembléia  por ter hoje reunião com seu orientador do curso de pós graduação.

Ora! caros amigos, se o processo trabalhista tem como parte apenas o autor que é Gilberto e a Fundação que é a Ré, apenas estes detinham as informações dos tramites do processo, assim só eles tem acesso as informações contidas nele.

Diante disso, ficando constatado que Gilberto não sabia do efeito suspensivo é evidente que foi a fundação que informou o sindicato sobre a decisão do TRT. 

O sindicato por seu turno informado pelo patrão, rapidamente providenciou seguranças para impedir a entrada do ex-presidente que poderia com seus esclarecimentos levar a categoria a decretar a greve hoje.

Essa postura da direção sindical demonstra sua relação intima e de interesses com direção da fundação e claro, contra o interesse dos trabalhadores.

Esta prática da direção do sindicato monstra que a direção sindical é aliada do patrão, ao invés de ser aliado dos servidores. 

Pior que isso, o sindicato em sua página esclareceu a categoria que só poderiam vir nas vans do sindicato apenas os sócios, e que, essa era uma exigência dos próprios sócios que cobraram da direção uma vez que o dinheiro gasto era dos associados.

Ora! fica então a pergunta: Será que a direção do sindicato consultou os sócios para contratar seguranças para impedir a entrada de trabalhadores e, até com o intuito de intimida-los?

O que o sindicato mostra de forma covarde é que para ampliar a luta e beneficiar a categoria não pode gastar o dinheiro do sócio, mas para intimidar  a categoria a participar e beneficiar assim a direção da fundação pode.

Outra coisa que a direção sindical mostra em sua faceta, é que não interessa enfrentar a direção da FC e sua corregedoria que a cada dia, abre mais e mais processos fraudulentos e absurdos para demitir trabalhadores, curiosamente muitos destes trabalhadores são aqueles servidores que também são desafetos do sindicato.

Uma coisa é certa, nunca na história da Fundação e de um sindicato se viu as direções terem tanto medo de um ex-presidente como tem a FC e o sindicato do Gilberto, demonstrando que ele tem capacidade de organizar a categoria, visto que os oito anos que ficou longe demitido não houve greve e justamente nos dois anos em que ele voltou teve duas greves.

Até quando a categoria vai ficar aceitando os golpes do sindicato, assistindo eles andarem de braços dados com a fundação prejudicando os trabalhadores?

Talvez o que falte a categoria é coragem para tomar providencias e  atitudes mais seria contra a pelegada, dizer basta aos desmandos da fundação que mais um ano vai demitir centenas de servidores que vão ter reajuste no convênio médico, porém nem um centavo de reajuste nos salários.

Por: Henrique Bodezan